Microabrasão (Peeling dental)

05/02/21 - 08:41

Dr. Juliano Alves Roque

A procura por tratamentos dentários de impacto estético é cada vez mais comum. A microabrasão, também conhecida como “peeling” dental, é usada para remover camadas superficiais de esmalte dentário afetadas por manchas e pequenas más formações. Quando bem indicada, a microabrasão pode recuperar a superfície dental de forma efetiva, rápida e com resultados semelhantes aos laminados cerâmicos.

A microabrasão dental atua apenas no esmalte dentário, a camada mais superficial dos dentes. O esmalte dental é o principal responsável pelas propriedades estéticas de cor, transparência e fluorescência dos dentes. Esta camada não responde a estímulos dolorosos associados à sensibilidade dental e protegem as camadas mais profundas e sensíveis dos dentes.
 
 Má formação do esmalte dentário por problemas congênitos, má formação por trauma dental, manchas por fluorose (consumo em excesso de flúor durante a infância), hipoplasia do esmalte, manchas brancas por desmineralização durante tratamento ortodôntico, amarelamento excessivo por corantes alimentares são algumas situações que podem ser completamente resolvidas ou melhoradas através da microabrasão dental.
 
A quantidade de tecido dentário removida durante a microabrasão dentária é pequena (de 25 a 200 micrômetros). Por esse motivo o tratamento só é indicado para remover as manchas que estão localizadas nas camadas mais superficiais do esmalte dentário. Quando as manchas são muito profundas, outras técnicas são mais indicadas como a restauração dental em resina ou os laminados cerâmicos.
 
A combinação entre abrasão dental mecânica e química é o mecanismo de funcionamento da microabrasão dental. Além da utilização de instrumentos rotatórios com discos abrasivos, a aplicação superficial de pedra pomes e ácido hidroclorídrico garante a remoção contínua de microcamadas do esmalte dentário atingidas por manchas ou amarelamentos que não respondem ao clareamento dental convencional.
 
A consulta para microabrasão dental dura entre 30 a 45 minutos e o procedimento padrão prevê a aplicação de 12 a 15 ciclos rápidos. Para manchas e amarelamentos mais resistentes, podem ser necessárias várias consultas, intervaladas em 2 dias, até que os resultados sejam efetivos.
 
Após a remoção das manchas, é realizado o polimento dental para garantir superfícies dentárias mais brilhantes e menos suscetíveis à pigmentação por corantes provenientes da dieta alimentar. Por fim, a aplicação de uma camada de flúor remineraliza íons superficiais residuais, conferindo ainda mais resistência ao amarelamento e acúmulo de placa bacteriana.

A microabrasão do esmalte realizada com produtos específicos é uma técnica segura, conservadora, e de baixo custo, sendo eficiente para remoção de manchas superficiais.

imagem