Clareamento dental

01/04/21 - 10:17

Dr. Juliano Roque

A cor dos dentes é uma característica genética, mas alguns fatores fisiológicos interferem na cor tornando-os mais escuros e amarelados. Com o passar dos anos o esmalte dos dentes (camada mais superficial e translúcida) se desgasta tornando a dentina (camada mais interna e amarelada) mais visível. Além disso a camada de dentina vai se tornando mais espessa deixando os dentes mais escuros. 

O consumo de alimentos e bebidas que possuem em sua composição corantes naturais ou artificiais também contribuem para o escurecimento dental, assim como o tabaco e a má higiene. O uso de alguns medicamentos na infância, durante a formação dos dentes permanentes, também pode causar manchas escuras que serão detectadas anos depois, após a erupção dental.

Pessoas com os dentes escuros e amarelados que desejam um sorriso mais bonito podem recorrer ao processo de clareamento dental.  Existem duas modalidades de clareamento: o clareamento de consultório e o clareamento doméstico. Esses procedimentos usam produtos específicos e ambos trazem ótimos resultados.

A avaliação inicial pelo cirurgião-dentista é fundamental para definir a real necessidade e a modalidade mais indicada para cada paciente. Além disso deve ser avaliada necessidade de tratamentos prévios como a remoção de eventuais lesões cariosas, tártaro e placa. Após essa avaliação será definida a modalidade de clareamento, o princípio ativo e a concentração ideal do produto. Serão dadas orientações sobre a maneira correta de aplicar o gel, a frequencia e os cuidados durante o clareamento. Um planejamento completo é importante uma vez que o clareamento não age sobre restaurações, próteses e implantes.

A sensibilidade é uma intercorrência que pode aparecer durante o clareamento e tende a regredir espontaneamente. O cirurgião-dentista responsável deve ser avisado pelo paciente para que sejam tomadas as providências necessárias. 

Alguns cuidados que podem ser tomados para evitar o escurecimento dos dentes e deixá-los mais brancos e bonitos:

•    Escovar os dentes pelo menos 3 vezes ao dia e usar o fio dental pelo menos uma vez ao dia;
•    Fazer uma profilaxia (limpeza com cirurgião-dentista) pelo menos 2 vez ao ano;
•    Evitar os alimentos que mancham os dentes como vinho, refrigerante de cola, açafrão, chocolate, beterraba, café e principalmente o cigarro. 

Estes alimentos também devem ser evitados por algumas semanas após os procedimentos de clareamento dos dentes, para que os resultados sejam mais duradouros.

imagem