Mare Of Easttown - Muito mais que uma série suspense

17/07/21 - 18:35

Wellberty Hollyvier D’Beckher

Nesta série, Kate Winslet interpreta Mare Sheeshan, policial de uma pequena cidade da Pensilvânia que é designada para solucionar o assassinato de uma jovem, porém sua vida pessoal está um caos e ela tenta a todo custo que isso não interfira no trabalho.

A série criada por Brad ingelsby é como uma cebola, possui várias camadas. Mare tem problemas com a mãe Helen (Jean Smart), que foi morar na sua casa após o suicídio do filho mais velho de Mare e para a ajudar a cuidar do neto  dela que briga na justiça pela guarda no menino. Mare também não se entende muito bem com a filha mais nova Siobham Sheedan ( Augourie Rice) e, para piorar, seu ex marido comprou uma casa nos fundos da dela.

imagem

Mare foi campeã de basquete no passado e para comemorar o feito, o colégio por qual ela foi campeã decide fazer uma homenagem ao time. Lá conhecemos uma de suas parceiras de time cuja a filha desapareceu há mais de um ano e ela acusa Mare de inércia com o caso da filha. Mare se defende alegando que fez tudo que está ao seu alcance para achar a garota.

Mare conhece todos da cidade e praticamente é chamada para resolver tudo, desde uma invasão de casa até uma pessoa suspeita na rua. As pessoas não ligam para delegacia, ligam direto para seu celular. Uma tentativa de assassinato acontece, mas o suposto assassino se entrega, ele tentou matar o namorado da moça morta no início da trama, ele é o pai da garota.

Mare ganha um novo parceiro vindo do condado, ela reluta mas aceita a ajuda. Uma nova garota desaparece na pequena cidade, agora Mare trabalha em dois casos distintos: o desaparecimento de duas jovens e o assassinato de outra.

O bom desta série é que ela abre espaço para os dramas pessoais dos personagens, o que enriquece a trama. Tem um momento hilário onde é revelada uma traição, mas esta revelação é feita no momento mais improvável possível. Cada personagem tem um arco próprio, o que gera uma história rica em detalhes. Mare tem um interesse amoroso, interpretado por Guy Pearce, um escritor de um livro só, que se muda para sua cidade, mas a vida de Mare está tão caótica que ela acaba negligenciando o relacionamento para se dedicar ao trabalho.

Uma boa série se faz com um bom roteiro, um bom elenco e uma boa direção, e aqui temos tudo isso. A série tem um elenco afiado e um roteiro acima da média, praticamente todos os personagens tem seus dramas mostrados em tela, não são só números. A série é muito rica em detalhes, sua parte técnica dá um show, iluminação, trilha sonora, fotografia e edição são muito bem executados. Tecnicamente não há do que reclamar e Kate Winslet despida do glamour e com um personagem “gente como a gente” é muito positivo e engrandecedor de se ver na tela.

A série pode ser vista no HBO MAX. Nota 10\10

imagemWellberty Hollyvier D’Beckher é formado em artes cênicas pela UFMG, pela faculdade do Rio de Janeiro em crítica e análise de filmes, além de cinéfilo desde os dez anos de idade.

Veja Mais