Razões alvinegras para ter certeza de que todo cuidado é pouco

22/11/21 - 10:07

Chico Maia

Os atleticanos mais contidos têm toda a razão em não cantar vitória antes que a matemática garanta isso. E Cuca está conseguido manter o espírito guerreiro e pés no chão do time. Contra o Juventude, novamente valeu o talento individual para quebrar um sistema defensivo super eficiente montado pelo técnico Jair Ventura. E o principal concorrente está fazendo a parte dele, como mostrou novamente, contra o Internacional, em pleno Beira Rio e venceu por 2 a 1. O Flamengo tem ótimo time e um banco à altura. Contra o Corinthians, quando parecia que o empate estava garantido, Rodinei dá uma caneta no marcador, faz um cruzamento perfeito e encontra Bruno Henrique na área, que se antecipa ao zagueiro e faz um golaço.

Atlético e Flamengo se equivalem dentro das quatro linhas e o Galo não pode perder essa boa gordura que lhe mantém na liderança, pois fora de campo, não há equivalência. Os cariocas têm mais força, na cartolagem e na mídia nacional e sabem pressionar com competência.

Veja essa análise muito interessante do Carlos Junqueira, que escreveu hoje aqui no blog. É sobre um tipo de pressão que costuma fazer muita diferença, principalmente pra cima da arbitragem: a da mídia.

* “Prezado, Chico Maia, permita-me fazer uma crítica a alguns colegas seus de profissão. Estou indignado com a postura de comentaristas de arbitragem e jornalistas em relação ao pênalti marcado para o Galo no jogo de ontem. Em várias situações semelhantes a favor de times do Rio e São Paulo , todos eles minimizaram dúvidas ao dizer que os lances são interpretativos e o fato do zagueiro tentar o contato( puxão no ombro , camisa , etc) caracterizaria a intenção de fazer falta. Surpreendentemente ontem e hoje estão sendo enfáticos ao dizer que o lance foi de câmera lenta, simulação , etc. Nunca vi o comentarista de arbitragem ser tão enfático ao negar a marcação. Hoje ao ver os sites especializados, o que vejo é pênalti polêmico dá vitória ao Galo, e não um comentário de que um jogo de ataque contra defesa teve um resultado justo a favor do melhor time do campeonato. ( Não o campeão ainda, mas indiscutivelmente o melhor time) . É inacreditável esta postura. Fui ao jogo, vi um juiz irritando o time da casa ao marcar qualquer falta a favor do visitante, deixar a cera começar com dois minutos de jogo, etc. Fora dois lances de possíveis penalidades que não foram sequer avaliados. É um enorme desrespeito com o bom futebol que o Atlético está exercendo este ano. Sinceramente , muito triste isto tudo. Porém não tirará o brilho de uma conquista merecida. Assim espero.”

Carlos Junqueira

Veja Mais