Planejamento digital

09/05/22 - 11:59

Dr. Juliano Roque

O mundo está passando por uma revolução digital e com a odontologia não é diferente. Essas inovações tecnológicas vêm disponibilizando excelentes recursos a todas as especialidades da Odontologia, modificando e direcionando os tratamentos que passam a ter resultados mais previsíveis e otimizados.

Na ortodontia por exemplo, após o diagnóstico é feito um plano de tratamento definindo qual é a melhor posição de cada dente, levando em consideração a estrutura óssea e interação com os lábios.

O tamanho, a proporção e a posição ideal dos dentes podem ser avaliados por fórmulas matemáticas. Essa avaliação anteriormente era feita em modelos de gesso e as medições com e instrumentos manuais de medição. Os modelos de gesso eram recortados com serras e os dentes eram reposicionados para simular o resultado final do tratamento. Agora essas análises podem ser feitas mais rapidamente de maneira virtual com softwares específicos.

O primeiro passo para essa avaliação digital é criação desses arquivos digitais feitos com scanner intraoral, radiografias e tomografias da face. Esses arquivos digitais formam um modelo digital dos dentes e da boca do paciente. Esse modelo pode ser manipulado no computador pelo ortodontista. Com poucos cliques, pode se fazer medições e cálculos, avaliando a proporção e o tamanho dos dentes. Além disso essas ferramentas promovem um alinhamento virtual dos dentes. Esse resultado serve como um projeto para se ter uma visualização da posição final dos dentes antes mesmo de se começar o tratamento. 

Pode-se fazer uma analogia com a construção ou reforma de uma casa. O primeiro passo é medir o terreno ou a casa e levar essas medidas para o projeto. Cada detalhe deve ser planejado antes de se começar a obra. No projeto pode se testar várias possibilidades de distribuição, garantir que haverá espaço para cada móvel e para área de circulação de pessoas. Até é possível fazer um projeto de uma casa com papel, caneta e maquetes, mas os softwares de projetos virtuais revolucionaram a arquitetura/engenharia tornando essa tarefa muito mais fácil.

Assim é o planejamento ortodôntico digital. Cada dente deve ocupar seu espaço e ter pontos de contatos específicos com os outros dentes e a posição de cada um pode ser planejada nos softwares de planejamento antes de começar o movimento dos dentes com o aparelho ortodôntico.

Além de planejar a posição nova de cada dente, os softwares são muito úteis na hora de projetar o formato e o tamanho de dentes protéticos para substituir dentes perdidos. Em casos onde há uma combinação de problemas como ausência de dentes associada à dentes tortos o planejamento minucioso torna-se indispensável.

O planejamento digital, além de oferecer os benefícios da previsibilidade dos resultados, facilitou enormemente a orientação dos pacientes, eliminando a necessidade de imaginar como seria o resultado do tratamento ou de ter que comparar com o resultado de outros pacientes. Este fato permite que mais pacientes aceitem o tratamento ortodôntico, pois se sentem mais esclarecidos pela visualização antecipada dos benefícios estéticos e funcionais.

imagem