E lá se foi o quarto treinador do Cruzeiro na “era” Sérgio Santos Rodrigues

10/06/21 - 08:31

CHICO MAIA

Eliminado na cobrança de pênaltis pelo Juazeirense, o Cruzeiro demitiu Felipe Conceição, que sucedeu Felipão, que sucedeu Ney Franco, que por sua vez sucedeu Enderson Moreira, o primeiro técnico desde que o atual presidente assumiu o clube.

De Montes Claros, onde a torcida cruzeirense é também enorme, o jornalista Christiano Jilvan mandou bem: @chrisjilvan “Cruzeiro não tem quem olhe para o próprio umbigo do clube. No campo, time está vivendo de acasos. Com exceção de CAM e Coelho, não teve mais adversários da prateleira de cima e ainda assim só ganhou oito jogos em 19 disputados. Técnico paga também pela teimosia.”

Luiz Ibirité, cruzeirense, tradicional comentarista do blog, se aprofundou mais na avaliação do que está se passando no clube: “Boa noite Chico, são muitos os assuntos, uma grande troca de técnicos nos últimos dois anos (4 técnicos na era Sérgio Santos), agora vai ter de contratar e ficar com o técnico até o final da série b (mudança no regulamento) briga com uma das referências do time Rafael Sobis e sequer treinou pra jogar o jogo da eliminação. Pode trazer o Guardiola, se não contratar reforços pra vir jogar bola não vai subir mesmo, sei que não tem grana, mas gastaram muito mal o pouco que tem, buscando refugos que não eram nem reservas nos times que estavam. A situação está cada dia mais complicada e nosso presidente só aparece pra falar asneiras!

Eu não estou aproveitando do momento ruim não; o Márcio Borges outro dia tentou me alertar, eu todo otimista aqui achando que podia ser diferente, mas o filme vai se repetir este ano, infelizmente!”.

É isso. A realidade bateu à porta. O time é fraco, jogadores apenas esforçados. Elenco semelhante à maioria  dos concorrentes da Série B e dessa fase da Copa do Brasil.

Veja mais em chicomaia.com.br .


América, de futebol fraco, péssima cobrança de penalidades e vendo a temporada se complicar

Com 2 a 2 no tempo normal, pelo menos o América voltou a marcar gols, contra o Criciúma. O futebol foi fraco, a cobrança de penalidades, péssima, e derrota por 3 a 1. A situação do Coelho vai se apertando na temporada. Eliminado da Copa do Brasil, duas derrotas nas duas rodadas iniciais do Brasileiro e com o Flamengo como próximo adversário, domingo, no Rio.

imagem

Veja Mais