NEM PARECE SETE LAGOAS

Quem nasceu em Sete Lagoas ou mora aqui há algum tempo e esteve na abertura da FECONEX - 1ª FEIRA DE NEGÓCIOS, quarta- -feira, na Arena do Jacaré, tomou um susto

19/08/22 - 14:00

Foto: Arquivo SD
Foto: Arquivo SD

Quem nasceu em Sete Lagoas ou mora aqui há algum tempo e esteve na abertura da FECONEX - 1ª FEIRA DE NEGÓCIOS, quarta-feira, na Arena do Jacaré, tomou um susto. Estacionamento lotado antes da abertura oficial, o que era um indicativo de coisa positiva já que se trata da primeira edição. Funcionários gentis e bem treinados para informar opções de onde as pessoas poderiam estacionar seus carros em outros locais. Acesso fácil à tenda gigante montada para abrigar os estandes dos expositores, que por sua vez capricharam na montagem de seus espaços para receber os visitantes. Sinalização externa e interna impecável e seguranças prontos a informar corretamente a quem tivesse alguma dúvida quanto a qualquer coisa lá dentro. Banheiros decentes, lanchonetes confortáveis, atendentes gentis.
Todos os segmentos da economia local, regional e nacional, bem representados, numa perspectiva de geração de negócios nunca vista na história da cidade.  Expositores locais, das cidades vizinhas e de regiões mais distantes do estado. Além do empresariado da indústria, comércio e prestação de serviços, presença do prefeito, vereadores, e outros agentes políticos de situação e oposição, superando “picuinhas” e outros entraves tão comuns e tradicionais em nossa cidade. Na abertura, pronunciamentos positivos, otimistas e convergentes visando um só objetivo: o desenvolvimento econômico e social da cidade da região e do país, já que estamos em plena campanha eleitoral estadual e nacional.

Num ambiente desses, o clima era de descontração, confraternização, encontros e reencontros de sete-lagoanos e visitantes, num evento que certamente já superou as expectativas e que ao final deixará saldo altamente positivo para quem acreditou e prestigiou.

E isso se deve à credibilidade e muito trabalho das novas lideranças empresariais que de algum tempo para cá abraçaram a causa de melhorar a cidade, explorando todo o potencial que ela tem, começando pelo turismo de negócios, que gera empregos, renda, impostos e qualidade de vida. O recém criado grupo UAI, a ACI, CDL, apoiados por parceiros como os bancos cooperativos Sicredi, SicoobCredpiti (de Pitangui, que a partir de outubro começa a operar em Sete Lagoas), diretoria do Democrata, SENAC, Sebrae, Fecomércio, estão de parabéns. Todos sabemos a dificuldade que é realizar eventos nesta terra, ainda mais com este nível de qualidade e organização.

A cidade agradece!

Veja Mais