DE OLHO NA POLÍTICA - AINDA A CPI DA COVID

02/07/21 - 09:41

oão Henrique Faria é jornalista e consultor político eleitoral e governamental, proprietário da Fator Consultoria (WhatsApp: 32 98887-4933)
oão Henrique Faria é jornalista e consultor político eleitoral e governamental, proprietário da Fator Consultoria (WhatsApp: 32 98887-4933)

João Henrique Faria
WhatsApp: 32 98887-4933


Do positivo...
A poeira jogada debaixo do tapete está voando para todos os lados. Os Miranda fazendo Brasília ficar de pernas pro ar. Onde isso vai dar? O certo é que a cada fio puxado complica-se a situação do governo e do presidente Bolsonaro. As manifestações desse 3 de julho serão um novo termômetro das ruas.

Ao negativo...
No depoimento desta quinta, o policial militar de Minas, Luiz Paulo Dominghetti, que disse ser representante no Brasil de uma empresa que intermedia contratos para compra de vacina, apresentou um áudio, onde supostamente o deputado Luiz Miranda negociava propina. Suspeita-se de testemunha plantada pelo Planalto e de que o áudio possa ter sido manipulado. O deputado correu à CPI e disse que o áudio é falso. O celular do policial foi apreendido. Vamos aguardar a apuração dos fatos.

SUPERPEDIDO
E não é que está juntando muita gente neste balaio. Um pedido unificado de impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro, está fazendo o maior barulho. Como as panelas estão escassas, em especial na mesa do povo brasileiro, o barulho tem que vir por outros instrumentos. Agora, um movimento antes somente de oposição começa a atrair partidários e ex-partidários – hoje desafetos – do presidente, à lá deputados por São Paulo, Joice Hasselmann (PSL) e Kim Kataguiri (DEM).

KALIL PRA PRESIDENTE?
Ninguém duvida da força e da astúcia do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. Agora, ele lança novas cartadas. Na mesa o senador Antonio Anastasia, que abandonou o ninho tucano e se alojou na sigla, e o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Kassab afirma que o partido terá candidato à Presidência em 2022, com pelo menos seis nomes à disposição. Na edição desta semana da revista Piauí, um senhor perfil do prefeito de BH, com depoimentos diversos, pode ser o início desta construção. 

ESTADÃO MOVIMENTA O CENTRO
Hoje, dentro de um quadro de possíveis candidatos à sucessão de Bolsonaro, houve um primeiro encontro, promovido pelo jornal O Estado de São Paulo. Participaram Ciro Gomes (PDT), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Eduardo Leite (PSDB). As pedras estão sendo mexidas, ainda com cautela, tendo em vista a indefinição, neste momento, da situação do atual presidente.

Bolsonaro chega em 2022 para a disputa? Se chega, em que condições? Tudo isso é definidor, tanto para os partidos e suas movimentações, quanto para o eleitor.

VOTO IMPRESSO SEM CHANCES
Uma movimentação na Câmara dos deputados envolveu 11 legendas partidárias, que representam mais de 330 deputados, no sentido de impedir que a Comissão Especial criada para modificar as regras das eleições 2022 conseguisse a aprovação do retorno do voto impresso. Cinco partidos alteraram os nomes de seus representantes na comissão, com o objetivo de derrotar a proposta. Ao que tudo indica, a causa do voto impresso já pode ser dada como perdida. 
 

* João Henrique Faria é jornalista e consultor político eleitoral e governamental, proprietário da Fator Consultoria.