Coroando Nossa Senhora

10/01/22 - 15:26

Élida Gontijo

Hoje voltando no tempo quando estava arrumando meu cantinho de orações, chamo de minha capelinha, apesar de ser só um cantinho com minhas imagens de proteção. Recordei quando coroava Nossa Senhora, na Catedral de Santo Antônio. Vestia de Anjo, ensaiava as músicas, até hoje tenho as melodias na cabeça.

O sonho era colocar a palma, coroa ou mesmo o véu. Coloquei a palma uma vez, eram muitas crianças querendo coroar Nossa Senhora. Lembro a emoção, minhas mãos tremiam, mas sentia o olhar terno de Nossa Senhora me mostrando que daria conta.

Hoje não vejo o interesse das crianças em coroar Nossa Senhora, pode ser que esteja enganada, mas na minha infância toda menina queria vestir-se de anjo e estar próxima a nossa mãezinha do céu. Agora tudo elas questionam o que vão ganhar em troca, se demora, pois não podem largar o celular.

Voltando na organização do meu altar, sozinha em casa, resolvi coroar Nossa Senhora, tenho diversas imagens: Nossa Senhora Aparecida, Das Graças, Fátima , Salete, Terezinha, sou devota fervorosa. Busquei os enfeites no meu Jardim Poético , cultivado com muito amor, cantei, emocionei, agradeci, pedi.  Minha coroação foi emocionante, tenho certeza que fui acompanhada pelos anjos celestes e pensei onde andará minhas companheiras de coroação? Espero que assim como eu, continuem devotas de Nossa Senhora . 

imagem

Minha avó que mais me ensinou a amar Nossa Senhora, já citei isso em meus textos anteriores, na coroação sei que ela onde estiver ficou feliz por continuar a crença, a devoção. Minha avó Maria Correia foi uma mestra em minha vida, sem nunca ter frequentado a escola, não sabia ler, seu conhecimento foi adquirido na luta diária, na  criação dos  treze filhos. Era Maria e das Filhas de Maria, fecho os olhos e a enxergo balbuciando o terço, eu menina, deitada no catre que ela dormia, colchão de palha , esperando-a para dormir comigo. Ela representava Nossa Senhora, a mãe maior , a matriarca de nossa família. Fui recordando, rezando, os olhos choraram saudades, orações , fé.

Quando terminei a coroação, estava leve, em paz, assim como quero viver este ano de 2022, firme na fé, no amor, na luta para ser uma pessoa melhor, sustentada pelo amor inesquecível de minha avozinha e o grande amor de Nossa Senhora.

Que assim seja! 

Janeiro de 2022.