Cuide de suas mãos: o que fazer em caso de ferimentos ou lesões

09/04/21 - 08:20

DR. BRUNO PAIO BARREIROS

As mãos são parte fundamental do corpo para nosso cotidiano.

São estruturas extremamente especializadas que realizam movimentos grosseiros, delicados, auxiliam na percepção de tato e sensibilidade, além de serem importantes esteticamente e como forma de comunicação.

A mão é formada por 27 ossos, 27 articulações, 34 músculos e mais de 100 ligamentos e tendões, além de vários nervos e vasos sanguíneos. Apresenta também cobertura de pele mais elástica no dorso e mais rígida na palma. Tudo isso permite um funcionamento extremamente coordenado das estruturas para as múltiplas funções da mão.

Todas essas estruturas encontram-se localizadas muito próximas umas às outras, fazendo com que acidentes na mão frequentemente machuquem várias estruturas simultaneamente. Acidentes com serras elétricas, cacos de vidro, máquinas industriais, facas, fogos de artificio e queimaduras costumam penetrar a mão, lesando várias dessas estruturas no trajeto lesado.

É muito frequente o paciente ter uma lesão de tendões, nervos, ligamentos ou até mesmo fraturas na mão em um acidente que muitas vezes apenas tem aparência de um simples corte ou queimadura, com as lesões podendo passar desapercebidas num primeiro atendimento.

É essencial em todo trauma na mão a avaliação de todas estruturas potencialmente acometidas, pois geralmente o tratamento cirúrgico é realizado de forma ideal mais precocemente, na primeira ou segunda semana com melhores resultados. O diagnóstico tardio pode levar a resultados ruins ou até impossibilidade de reparo das estruturas.

Infelizmente, muitas vezes o paciente acidentado tem uma alteração de sensibilidade ou da função da mão e acha que vai se “recuperar sozinho”, ou até em alguns casos é orientado no primeiro atendimento, de forma incorreta, de que a recuperação irá ocorrer naturalmente.

Como proceder num acidente cortante, perfurante ou queimadura grave com as mãos?
Dentro do possível, limpeza com água/ sabão retirando a sujeira mais “grossa”.  O ideal é procurar um serviço de atendimento de urgência para tratamento do ferimento. No caso de queimaduras por produtos químicos, não fazer nada e ir direto pro hospital ou pronto atendimento.

No caso de qualquer alteração de função da mão, mesmo que seja só suspeita, como proceder?
É necessária avaliação de um Ortopedista para diagnóstico de possíveis lesões associadas. Caso a alteração não seja identificada no dia, procurar atendimento ortopédico o mais rápido possível.

O que fazer em caso de amputação de extremidades (dedos, mãos ou o membro inteiro)?
Limpeza dos cotos amputados, proteger as partes amputadas com gaze levemente umidificada com soro fisiológico, colocar a parte amputada em um saco plástico e, em seguida, dentro de um recipiente térmico (isopor) com água e gelo. No caso de semi-amputação (alguma parte ainda presa), colocar todo o membro no saco plástico e no recipiente dentro do possível. O resfriamento do membro amputado aumenta o tempo para um possível reimplante, de 6 a 12h horas em caso de membros inteiros e até 24h em caso de dedos.

imagem