Boas Novas – Luz ou Trevas?

07/11/21 - 10:11

Fátima Massula Dutra

Em 1 João 1:5 vemos: “Ora, a mensagem que, da parte Dele, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma”. Em Gênesis 1:3 vemos: “Disse Deus: Haja luz; e houve luz”.

A luz foi o primeiro item que Deus trouxe à existência, pois essa é uma de Suas principais características.  A principal função da luz é dissipar as trevas. Trevas é simplesmente a ausência de luz, portanto, trevas são o oposto de Deus. Assim como nenhuma escuridão resiste à chegada da luz, igualmente nada obscuro ou tenebroso resiste à presença de Deus. Quando temos Deus em nós, somos iluminados e podemos ver. Visão é simplesmente a percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista. O que acontece é que a luz que incide sobre os objetos reflete e alcança nossos olhos, chega a nossa retina e forma a imagem que vemos. Sem luz, esse processo não acontece. Se não houvesse luz, seríamos todos cegos. O que ocorre em ambientes escuros é que não há raios de luz suficientes que reproduzam a imagem em nossa retina. Espiritualmente não é diferente. Deus é luz, sua presença expulsa as trevas e nos ilumina. Por meio de Sua luz intensa podemos ver quem somos, onde e como estamos e Seu propósito eterno para nós. 

Em 1 João 1:6-7 vemos: ”Se dissermos que mantemos comunhão com Ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como Ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”. Quando estamos na presença de Deus, é impossível que as trevas permaneçam. Quando Ele nos ilumina, cessamos nossos argumentos, justificativas e desculpas, vendo de fato quem somos e nossa condição. Nesse momento, somos constrangidos e nos arrependemos. Esse sentimento nos leva a pedir perdão ao Senhor e que Ele nos limpa com Seu sangue precioso. Arrependimento, portanto, é um dos resultados de sermos iluminados pela presença de Deus.

Vamos orar: “Senhor Jesus, obrigada pela luz! O desejo do nosso coração é viver e andar na luz. O Senhor é luz e no Senhor não existe treva nenhuma. Que Deus nos conduza-nos a estarmos sempre na Sua presença para que sejamos pessoas iluminadas. Ó Senhor Jesus! Amém!”