Que espetáculo do Galo contra o Fortaleza, numa noite só de gols antológicos

21/10/21 - 08:30

Fotos: @Mineirao
Fotos: @Mineirao

Chico Maia

Um jogo inesquecível no Mineirão nesta quarta-feira. Do princípio ao fim o Atlético fez uma partida impecável, num desses dias em que tudo dá certo. Quando o Fortaleza tentativa sair para o ataque era desarmado e sofria contra ataques que originaram gols ou lances de grande perigo.

O primeiro gol ter saído aos 19 minutos de partida foi fundamental para que isso ocorresse. E que golaço: entrou em ação o “Sobrenatural de Almeida”, tão falado por Nélson Rodrigues, no chute impressionante do Arana, de muito longe. Aos 26, Keno cobrou o corner e Réver, de cabeça, fez o segundo. Aos 41 o gol mais bonito da noite, pelo conjunto da obra. Começou na defesa, em alta velocidade, depois um drible do Keno, como há tempos eu não via no futebol brasileiro, o passe para o Zaracho, que cruzou na cabeça do Hulk.

E imaginar que o Fortaleza estava invicto nesta Copa do Brasil.

No primeiro minuto do segundo tempo, outro golaço: Arana cobrou falta pela esquerda, o goleiro “reboteou” no pé do Zaracho, que acertou o chute de longe também, fazendo 4 a 0, por cobertura. A partir daí o time diminuiu o ritmo, administrou o placar e tocou muito a bola, fazendo festa com a torcida.

Agora é manter a tranquilidade, sem achar que já está classificado para a final e voltar com a vaga da capital cearense na próxima semana. Athletico-PR e Flamengo ficaram no 2 x 2 em Curitiba. Quem vencer irá para a final.

Veja mais em http://blog.chicomaia.com.br/

Veja Mais