A torcida foi um espetáculo à parte nesta grande vitória do Atlético sobre o América

08/11/21 - 06:43

Chico Maia

Hulk e Arana comemoram o gol da suada vitória do Galo sobre o Coelho, em foto do @Mineirao 

Foram 60.142 pessoas em festa, antes, durante e depois da partida. Renda: R$ 2.377.732,00, num dos jogos mais difíceis para o Galo este ano.

Foto: @Atletico

O América tem um grande time, fez uma boa partida, mas seu poder ofensivo é o ponto fraco do time. Ao não conseguir dar tanto trabalho à defesa atleticana seu sistema defensiv0 também não suportou a força dos comandados do Cuca.

E que partida do Vargas.

@Mineirao

Possivelmente a melhor dele desde que chegou ao Atlético. Armou, atacou, defendeu e acertou passe milimétrico para o Mariano iniciar a jogada que originou o gol do Arana. E que frieza e categoria do lateral atleticano, que tinha um punhado de gente na frente do gol, companheiros prontos para receber o passe e ele acertou justamente onde tinha que acertar: na rede pelo lado de dentro.

Um elenco cheio de grandes jogadores faz diferença demais numa disputa longa como o Brasileiro. Quando estrelas fundamentais não estão em campo ou jogam abaixo do normal, surgem outros que conduzem o time às vitórias. Nesta tarde sem Nacho Fernandez, suspenso, Vargas supriu bem demais a ausência. Com Hulk muito marcado, Arana garantiu o gol que mantém a gordura do Atlético na liderança do campeonato.

E concordo 100% com o Héverton Guimarães, da Band e 98FM: @hevertonfutebol “Allan e a aula de futebol que deu hoje no Mineirão. É uma indecência o que joga.”

Também com o Fred Ribeiro do Globoesporte.com: @fredfrm “Um dos grandes prazeres desse Brasileiro é ver o Allan jogar. Que senhor volante. Joga por dois, três. Mas, hoje, elogios especiais ao Eduardo Vargas. O nome do clássico até aqui.”

Veja Mais