Carta à população

07/01/22 - 12:20

José Roberto, presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Sete Lagoas
José Roberto, presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Sete Lagoas

José Roberto da Silva
Presidente da ACI Sete Lagoas

Você como cidadão apoiaria uma entidade apartidária que fiscaliza a Câmara e a Prefeitura?

Em Sete Lagoas existe o Observatório Social que realiza esse trabalho e a ACI Associação Comercial e Industrial apoia e continuará o apoiando. A razão de estarmos aqui falando sobre isso deve-se ao fato dessas duas Entidades apartidárias terem sido alvo de críticas, ataques, ameaças e suspeições de imparcialidade por parte de alguns vereadores que em sequenciais reuniões ordinárias na Câmara Municipal proferiram falas sobre as atividades das mesmas. 

Tentamos por duas vezes seguidas fazer uso da Tribuna do Povo com intuito de falar à população sobre o trabalho ilibado das duas Entidades em prol do desenvolvimento e controle social em nosso município e já com o dia e horário agendados pela secretaria da Câmara, nos foi negado esse direito contido no Regimento Interno da Casa Legislativa. 

No dia reagendado pela própria Casa Legislativa para o uso da Tribuna, fomos informados novamente que não teríamos o direito de fala. Procuramos pela Presidência da Câmara e o mesmo ratificou o impedimento do acesso à Tribuna da Casa alegando que a pauta do dia estava muito grande. 

Cabe salientar que independentemente da pauta ordinária das reuniões, o direito ao acesso a Tribuna do Povo para assuntos de interesse da municipalidade deve ser mantido.

Cabe-nos salientar que as Diretorias do Observatório Social e da ACI Sete Lagoas são 100% formadas por voluntários, pessoas de elevado compromisso com o desenvolvimento da cidade.  

É sabido por parte da população que acompanha os trabalhos do Observatório Social que alguns vereadores optaram por não entregar os relatórios de suas atividades, o que consequentemente aparece no ranking de trabalho exercido pelos mesmos e que é publicado e divulgado para conhecimento da população.

Reafirmamos nosso compromisso de apoiar iniciativas que visam o melhor para nossa cidade, e não abriremos mão do direito de refutar acusações inverídicas, sempre que necessário.

Conclamamos a sociedade civil organizada e população para acompanhar e cobrar dos vereadores suas prestações de conta, bem como o melhor trabalho para a população, mesmo que isso incomode alguns edis. 

"Uma sociedade onde muitos homens e mulheres estão satisfeitos com as sórdidas distrações, em transe profundo, não merece subsistir" - Nicolau Maquiavel.