130 toneladas de peixes mortos em Furnas

09/05/22 - 13:57

Cerca de 120 toneladas de peixes mortos são encontradas no Lago de Furnas, em Alfenas, MG — Foto: José Anastácio
Cerca de 120 toneladas de peixes mortos são encontradas no Lago de Furnas, em Alfenas, MG — Foto: José Anastácio

O prejuízo dos piscicultores que perderam juntos 130 toneladas de tilápia que morreram no Lago de Furnas, em Alfenas, passa de R$ 1 milhão. Só um deles perdeu 120 toneladas. Essa seria a primeira remessa vendida pelos piscicultores. Laboratório foi contratado para fazer análise da água e apontar o que causou a mortandade.“Pra te falar a verdade não tem como responder como nós vamos reverter essa situação, ainda não caiu a ficha”, disse o piscicultor Jaime Campos. As tilápias que estavam nos tanques instalados na Represa de Furnas seriam retiradas para venda em 15 dias. (Últimas Notícias – Formiga)

Infestação de aeds cai em GV
A luta contra o mosquito Aedes aegypti é uma constante em Valadares. E para traçar estratégias cada vez mais eficazes no combate aos focos do mosquito, a Prefeitura de Valadares, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou, no mês de abril, o segundo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa). O levantamento dá conta que 4,3% dos imóveis têm focos do Aedes. Agentes de Combate às Endemias (ACE) e diversos profissionais da equipe de Vigilância em Saúde visitaram 20% dos imóveis em 93 bairros do município para colher as informações. O resultado mais uma vez apontou que 90% dos focos continuam dentro das casas. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Preço da cesta cai em Varginha
Após dois meses de fortes altas, o Índice da Cesta Básica de Varginha (ICB-UNIS), calculado pelo Departamento de Pesquisa do Grupo Unis e Geesul, apresentou queda de -4,49% no mês de maio em comparação com abril. A diminuição nos preços do tomate e açúcar refinado, bem como a variação mais tênue na maioria dos produtos, explicam este resultado. Porém, ao considerarmos o intervalo de 12 meses entre maio de 2021 e maio de 2022, a cesta básica em Varginha apresentou uma considerável alta de 24,10%. No acumulado deste ano de 2022 a alta atinge 4,98%. (Gazeta de Varginha)

Ihapim faz Campanha de Saúde Bucal
A prefeitura de Inhapim, através das secretarias de Educação e de Saúde, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar-MG e o Sindicato dos Produtores Rurais de Caratinga, está levando qualidade de vida em saúde bucal para milhares de alunos da rede municipal de ensino de Inhapim. Conforme informado pela secretária de Educação Carla Ervilha Silva Araújo de Oliveira, o Senar-MG disponibilizou mil kits de higiene bucal para os alunos da rede municipal e cada unidade contém uma nécessaire, uma escova de dentes, um creme dental, um fio dental e uma camiseta da campanha saúde bucal. (Diário de Caratinga – Caratinga)

Primeiro entreposto de pescado
O primeiro entreposto de pescado familiar de Minas Gerais já está pronto e fica no Distrito de São José do Buriti, em Felixlândia, na Represa de Três Marias. O Entreposto de Pescado "Cheloni Peixe e Cia" tem capacidade para beneficiar mil quilos de peixe por dia, abrindo mais oportunidades para os piscicultores da região. O projeto contou com apoio da Emater-MG e, no dia 12 de abril, o Instituto Mineiro de Agro­pe­cuária (IMA) deu o certificado de regularidade para o empreendimento. O entreposto é um pequeno frigorífico, com sala de processamento, câmara fria e equipamentos para embalagem do peixe a vácuo, entre outros itens. (Correio Online – Conselheiro Lafaiete)

Prefeitura libera licença do Anel Norte
A Prefeitura de Montes Claros, através do setor de Normatização e Controle Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável liberou a licença ambiental do Anel Rodoviário Norte, já aprovada pelo Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente de Montes Claros (Codema). Com a medida, a empresa ECO-135, que administra a rodovia, já pode assinar o termo de compromisso de compensação ambiental com a Procuradoria Municipal de Montes Claros. A expectativa é de que o governador Romeu Zema, do Novo, venha à cidade assinar a ordem de serviço para o início das obras. (Jornal de Notícias – Montes Claros)

Programa de entrega legal afetado
Nos últimos dois anos, em razão da pandemia da covid-19, a procura de gestantes e mães pelo Programa Entrega Legal foi afetada em Uberlândia, conforme aponta o juiz da Vara da Infância e da Juventude de Uberlândia, José Roberto Poiani. Entre 2020 e 2022, seis procedimentos de entrega de recém-nascidos para adoção foram realizados na Comarca da cidade. Criado em outubro de 2019 pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o Programa Entrega Legal surgiu com o objetivo de conscientizar a população sobre a legalidade na entrega de bebês para a adoção, garantindo a integridade da mãe e da criança, destinando-a a uma família com melhores condições de criá-la. (Diário de Uberlândia – Uberlândia)

COLUNA MG
Rede de Notícias do Sindijori MG
www.sindijorimg.com.br

 

Veja Mais