Apenas Mais um Causo da Capoeira - Um livro de encher os olhos

27/10/21 - 09:41

Wellberty Hollyvier D’Beckher

Este livro, para mim enviado pela sua autora Glau Santana, surpreendeu positivamente. Primeiro tenho que explicar: vocês me acompanham aqui toda semana, com uma crítica de um filme ou uma série. Mas esta semana vou fazer a resenha de um livro, não como crítico de cinema e nem como cinéfilo, mas sim como mestre em literatura brasileira pela UFMG, escritor e leitor voraz. Acho que estou habilitado para tal função, que já exerci em outros veículos.

Apenas Mais um Causo da Capoeira é um livro gostoso de ler, de linguagem acessível (porém rico de narrativa), é lírico, mas também jocoso. Sua história se passa na cidade de Esperança, mas poderia ser em qualquer cidade do mundo. Seus personagens são sérios e alegóricos na medida certa e, por ser um livro pequeno, você o devora rapidamente. A história tem uma lição de moral que engrandece a narrativa, que nunca é maçante, a cada página lida te dá vontade de ir para próxima, você tem personagens humanos, gente como a gente, que poderiam ser algum amigo nosso, vizinho ou parente.

O livro conta a história de dois personagens, mestre Peçonha e Mestra Benê. Mestre Peçonha pratica capoeira desde muito jovem na cidade de Esperança e tem em seu centro de treinamento pessoas da cidade que praticam a arte da capoeira com ele. Por ser o único mestre da cidade, tem um ego grande, é galanteador e arrogante, se acha o maioral, até a chegada da polivalente mestra Benê, uma mulher de vários talentos ligados à cultura e à capoeira. Ao assistir uma roda de capoeira de mestre Peçonha, se encanta com seu talento e logo passa a treinar com o mestre. Em um primeiro momento, o mestre é gentil com Benê, mas quando ela passa a ser uma “ameaça” no seu reinado, as coisas mudam e ele passa a ser diferente com ela, não por maldade, mas por ser de outra época, onde as mulheres eram enfeites e donas de casa. A independência e competência na arte da capoeira de Benê o abalam psicologicamente.

O livro é ricamente ilustrado, méritos do desenhista Caetano Santana Melo, o Caê, filho de Glau. O jovem soube captar bem a intenção da história da mãe, com desenhos ricos em detalhes e que se fundem muito bem com a narrativa do livro. Já vi grandes obras serem arruinadas com ilustrações ruins, um livro não precisa de ilustrações, mas quando se propõe a ter, têm que ser bem executadas, o que felizmente acontece aqui.

O livro trata de dois capoeiristas e da capoeira, mas sua escrita é tão bem executada, que mesmo quem nunca viu uma roda de capoeira (meu caso) compreende e assimila muito bem a história, méritos da autora. Mas o protagonismo mesmo aqui, é o ser humano e suas complexidades, habilidades, conceitos e vivências, uma história só é rica de verdade se nos toca de alguma forma e Apenas Mais um Causo da Capoeira nos toca de uma forma tão positiva e engrandecedora que nos dá vontade de ler outros livros da autora, conhecer mais sua obra, ver se essa maturidade literária foi conquistada há muito tempo, ou se é recente. Glau Santana demonstra aqui uma habilidade com as palavras que é impressionante, nenhuma frase sobra ou é demais, tudo está perfeitamente em sincronia e harmonia, é uma autora rica de recursos e que domina muito bem a arte da escrita. Glau também é vocalista e compositora da banda de forró Cipó Cravo. Nota do livro. 9\10

O livro terá seu lançamento no dia 27 de outubro (quarta-feira), na Corda Galeria Espaço de Arte Corda, às 19h, no Mercado Novo - Rua Rio Grande do Sul, 505- Centro - BH\MG.

29\10 (Sexta-feira) - Bate papo com @psicologiaeartenapratica, às 17h, no Instagram.

30\10 (Sábado) -  Creative Livraria e Papelaria, das 15h às 17h, Pátio Lagoa, Avenida Cel. Altino França, 296, Centro de Sete Lagoas.

 

imagem

Wellberty Hollyvier D’Beckher é formado em artes cênicas pela UFMG, pela faculdade do Rio de Janeiro em crítica e análise de filmes, além de cinéfilo desde os dez anos de idade.

Veja Mais