Fraternidade e diálogo - Compromisso de amor

21/02/21 - 06:39

PADRE WARLEM DIAS

“Cristo é a nossa paz: do que era dividido fez uma unidade”. (Ef 2,14a)

A Campanha da Fraternidade Ecumênica mexe com o imaginário; posturas em ambientes intolerantes e ciosos do orgulho religioso. O tempo é de conversão ao diálogo como compromisso de amor, que começa em casa e na sua Igreja, pois “do que era dividido fez-se unidade”. Redescobrir o caminho do Cristo e viver a paz do ressuscitado que nos leva à unidade. O Evangelho quebra os muros da separação e constrói pontes para a cultura do encontro solidário e fraterno.

A Campanha da Fraternidade Ecumênica nos faz este convite para uma ciranda do amor a favor do bem querer e bem viver nesta casa comum. Limito-me a trazer os seus objetivos que constituem desafios no agir à proposta do diálogo.    

“No objetivo geral: convida a comunidade de fé e as pessoas de boa vontade a pensarem, avaliarem e identificarem caminhos para superar as polarizações e violências através de um diálogo amoroso, testemunhando a unidade na diversidade.”

“Nos objetivos específicos:

  • Redescobrir a força e beleza do diálogo como caminho das relações mais amorosas;
  • Denunciar as diferentes violências praticadas e legitimadas indevidamente em nome de Jesus;
  • Comprometer-nos com as causas que defendem a casa comum, denunciando a instrumentada fé em Jesus Cristo que legitima a exploração e destruição socioambiental;
  • Contribuir para superar as desigualdades;
  • Animar o engajamento em ações concretas de amor ao próximo;
  • Promover a conversão para a cultura do amor, como forma de superar a cultura do ódio;
  • Fortalecer a convivência ecumênica e inter-religiosa;
  • Estimular o diálogo e a convivência fraterna como experiências humanas irrenunciáveis, em meio a crenças, ideologias e concepções, em mundo cada vez mais plural;
  • Compartilhar experiencias concretas de diálogo e convívio fraterno.”
A Campanha da Fraternidade Ecumênica nos estimula à celebração da Semana de Oração pela unidade dos Cristãos, através da promoção do diálogo; fortalece a convivência inter-religiosa; A realização das missões ecumênicas, a superação da violência contra as mulheres, e a defesa dos lugares de culto de matriz afro. Cada objetivo supõe um agir.

Celebrar as alegrias e riquezas das Igrejas, Palavra e bens em comum. 

Acolhamos a Campanha da Fraternidade Ecumênica, no Cristo nossa paz: do que era dividido fez uma unidade!